Jorge Jesus com processo disciplinar

O Conselho de Disciplina da FPF abriu um processo disciplinar a Jorge Jesus por “incumprimento da medida de suspensão de atividades”. Tudo porque o treinador do Sporting deu a conferência de imprensa de antevisão ao jogo de domingo com o Feirense, apesar de estar suspenso preventivamente depois da expulsão em Setúbal, a contar para a Taça CTT.
O castigo de Jorge Jesus por causa dessa expulsão surgiu apenas na terça-feira: 15 dias de suspensão. No entanto, o regulamento disciplinar prevê que qualquer agente desportivo se encontre imediatamente suspenso a partir do momento em que é expulso pelo árbitro.
Por isso, Jesus nem sequer se sentou no banco na partida diante do Feirense. No entanto, na véspera falou à comunicação social, algo que, de acordo com o Conselho de Disciplina, não poderia ter feito.
O processo foi por isso enviado à Comissão de Instrutores da Liga, que irá agora conduzir a instrução e deduzir a acusação.
O Regulamento Disciplinar não prevê especificamente um castigo para um treinador ou dirigente que viole a suspensão. Por isso, poderá aplicar-se – caso Jesus, seja, obviamente, condenado – o artigo 141 do Regulamento Disciplinar da Liga, que prevê uma multa de 229,5 a 1912,5 euros.

Creampie